Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Queiroga prometeu à OMS incentivar o uso de máscaras

Documento da CPI da Covid relata uma reunião de Queiroga com Tedros Adhanom
Queiroga prometeu à OMS incentivar o uso de máscaras
Foto: Marcos Corrêa/PR

Em abril deste ano, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, prometeu à OMS incentivar o uso de máscaras no país, de acordo com documentos da CPI da Covid.

O relatório, obtido pela TV Globo, foi enviado pela Missão Permanente do Brasil em Genebra ao Ministério das Relações Exteriores em 5 de abril. O documento relata uma reunião de Queiroga dois dias antes com o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom.

O dr. Queiroga afirmou que, desde que assumiu a função de ministro da Saúde, tem se empenhado em dar exemplo quanto às medidas de saúde pública para enfrentar a pandemia, a exemplo do uso de máscaras”, diz trecho do relatório, que informa ainda que o ministro busca “incentivar a adesão social, ainda limitada e errática, às ações para combater a pandemia.

Jair Bolsonaro, porém, ignora a ciência e seu próprio ministro. Ontem, durante discurso para sua claque no Ibirapuera, ele voltou a falar em desobrigar o uso de máscaras. O presidente, seu filho Eduardo e três ministros foram autuados pelo governo de São Paulo por não usarem o equipamento durante a manifestação bolsonarista.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO