ACESSE

Queiroz diz que esperava ser assessor de Flávio Bolsonaro no Senado

Telegram

No depoimento que prestou nesta quinta (2) ao MPF, Fabrício Queiroz afirmou que “esperava” ser nomeado para trabalhar no gabinete de Flávio Bolsonaro no Senado no fim de 2018, relata O Globo.

Isso, claro, antes de vir a público o relatório do Coaf que apontou movimentações atípicas no valor de R$ 1,2 milhão nas contas de Queiroz na época em que ele assessorava o filho 01 de Bolsonaro na Alerj.

O ex-assessor disse ainda que não chegou a conversar com Flávio sobre uma possível nomeação ao Senado –“apenas esperava que isso viesse a ocorrer devido aos bons serviços que prestou durante a candidatura”.

É o segundo depoimento que Queiroz presta desde que foi preso em Atibaia, em 18 de junho, na casa de Frederick Wassef. Na segunda (29), ouvido pela PF, ele deu declarações de teor semelhante.

Comentários

  • Gilberto -

    Estamos aguardando as "declarações bombásticas" do Queiroz, amplamente anunciadas pelos fofoqueiros do Anta, Globo, Folha, etc.

  • Luis -

    Se já aprontavam o que aprontavam na Câmara de Deputados do RJ, imaginem o que fariam no Senado, onde as verbas são maiores. É o crime organizado e o desorganizado penetrando nos poderes!

  • Lilia -

    Oh, dó! Perdeu a mamata. Subjetividade é com ele mesmo. Hehehehehe...

Ler 39 comentários