ACESSE

Queiroz, em outubro: “O MP está com uma pica do tamanho de um cometa para enterrar na gente e não vi ninguém agir”

Telegram

Em 20 de dezembro último, a Crusoé publicou uma reportagem sobre os diversos recados que Fabrício Queiroz enviava publicamente:

“Um fantasma assombra o Palácio do Planalto. E ele tem nome e sobrenome: Fabrício Queiroz. O ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro faz questão de alimentar o medo na família presidencial. Manda recados ao clã e não esconde o temor quanto aos efeitos das investigações de um suposto esquema de “rachid” na Assembleia Legislativa do Rio, a Alerj. Reclama de abandono daqueles que um dia foram seus grandes amigos, como no áudio vazado em 26 de outubro, por meio da imprensa: “Eu não vejo ninguém mover nada para tentar me ajudar aí”. Na conversa, o protagonista do escândalo escancarou seus receios. “O MP está com uma pica do tamanho de um cometa para enterrar na gente e não vi ninguém agir”, disse ao interlocutor desconhecido. O nome disso é chantagem.”

Leia a reportagem completa aqui (aberta a não assinantes).

Leia mais: A voz livre de Moro: agora ele é colunista exclusivo da 'Crusoé'. Clique e saiba mais

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 13 comentários