ACESSE

Queiroz era 'diretor financeiro de uma holding familiar', diz Olimpio sobre cheques para Michelle

Telegram

Líder do PSL no Senado, Major Olimpio disse a O Antagonista que os depósitos a mais feitos por Fabrício Queiroz para Michelle Bolsonaro, revelados pela Crusoé, mostram que ele era “um verdadeiro diretor financeiro de uma holding familiar” de Jair Bolsonaro.

“Queiroz, além de amigo, era um sujeito muito bondoso, porque pagava contas da família, fazia depósitos, eventuais aplicações. Enfim, um verdadeiro diretor financeiro de uma holding familiar”, afirmou.

Desde o ano passado, Jair Bolsonaro sustenta que Queiroz teria depositado 10 cheques de R$ 4 mil na conta de Michelle para pagar um empréstimo.

Os dados bancários de Queiroz, revelados pela Crusoé, mostram que foram 21 cheques, que somam R$ 72 mil. De 2007 a 2018, Bolsonaro não fez qualquer depósito para ele.

Assine a revista e leia aqui a reportagem.

Leia mais: Por que eles saem da crise ganhando

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 71 comentários