QUEM AMEAÇOU A SECRETÁRIA DA ODEBRECHT?

O Antagonista soube que Maria Lúcia Tavares, colocada no programa de proteção a testemunhas, rejeitou a defesa oferecida pela Odebrecht por não concordar com os termos impostos pelos advogados.

Sem dinheiro para contratar advogados caros, a secretária, que é muito conhecida dos políticos baianos, pediu auxílio de um defensor público.

Faça o primeiro comentário