Quem compra madeira ilegal da Amazônia são empresas e não países, diz Mourão

Quem compra madeira ilegal da Amazônia são empresas e não países, diz Mourão
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Hamilton Mourão minimizou nesta quinta (19) a ameaça de Bolsonaro de divulgar uma lista de ‘países’ que importam madeira ilegal da Amazônia.

“Isso já tinha sido informado de forma geral na nossa viagem com os embaixadores [ao Amazonas]”, disse o vice-presidente. Segundo Mourão, os embaixadores foram informados em apresentação do superintendente da Polícia Federal em Manaus.

“O presidente já deixou claro que são as empresas”, ressaltou Mourão, e não os governos dos países, os responsáveis pela compra de madeira ilegal. “É uma questão de cooperação internacional”.

Sobre o Ibama ter facilitado a exportação de madeira, Mourão respondeu:  “eu não sei da história do Ibama”, e disse que o episódio “foi na Mata Atlântica” e não na Amazônia.

Mas a decisão do presidente do Ibama foi elogiada por madeireiros do Pará.

Leia mais: A revista que fiscaliza TODOS os poderes e conta com os melhores colunistas do Brasil.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 74 comentários
TOPO