O ‘AMIGO’ QUE RECEBEU 23 MILHÕES DA ODEBRECHT

A Lava Jato está mais próxima de descobrir quem está por trás do codinome “amigo” que aparece nas planilhas da Odebrecht associado à propina de R$ 23 milhões.

Nos autos do pedido de prisão preventiva de Antonio Palocci, a Polícia Federal anexou vários emails e mensagens de celular em que Marcelo Odebrecht e outros executivos do grupo se referem a um certo “amigo” de Emílio Odebrecht.

Esse amigo, segundo a PF, é Luiz Inácio Lula da Silva.

Ao longo do relatório da PF há, pelo menos, 50 menções a Lula como o “amigo”. Essas menções se referem, na maioria dos casos, a projetos de interesse da Odebrecht que eram acompanhados de perto pelo ex-presidente.

No mesmo conjunto de mensagens em que Lula aparece como o “amigo”, Palocci é o “italiano”, João Santana é o “feira” e Gilberto Carvalho é o “seminarista”. A lógica é implacável.

positalia

Faça o primeiro comentário