Quem está surpreso?

Alfredo Paulo Filho, ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, “acusa a entidade de ter mantido um esquema ilegal para operar milhões de dólares no exterior por pelo menos sete anos”, segundo a Folha.

O dinheiro serviu para bancar a Universal e a Record na Europa.

Quem está surpreso? A existência da Universal só não é ilegal porque o Brasil não é legal.

Faça o primeiro comentário