"Quem não luta, morreu em vida"

Telegram

Carlos Fernando dos Santos Lima comentou o último golpe de Gilmar Mendes:

“União da fome com a vontade de comer”.

Duas horas atrás, o procurador da Lava Jato já havia comentado o embate entre Luís Roberto Barroso e o dono do IDP, dizendo:

“Vivemos hoje uma batalha surda entre aqueles que desejam o retorno das práticas nefastas e corruptas descobertas pela Lava Jato e aqueles que ainda acreditam que é possível mudar, que é possível ter uma democracia verdadeira, uma república baseada na igualdade formal entre os brasileiros.

Infelizmente muitos estão apáticos, muitos se acham inteligentes por subscreverem um maquiavelismo simplório, muitos acham que ambas as posições se equivalem, num mundo em que valores foram substituídos por um relativismo moral.

Mesmo que o campo da defesa da mudança esteja cada vez menor, não nos cabe esmorecer. ‘A vida é luta renhida, viver é lutar’, como sempre dizia meu pai lembrando Gonçalves Dias. E quem não luta, morreu em vida.”

Comentários

  • Maria -

    Nosso problema maior está na quantidade de criminosos legalizados pelo lula, espalhados por todo o Brasil, principalmente pela massa ignorante do Nordeste, com a finalidade de eternizar aqueles gulosos da década de 60 no poder, em troca de facilidades de toda natureza. Não fosse isso, haveria uma forma simples, rápida e eficaz de trocar toda essa podridão de políticos que comandam a zorra do país, votando NULO. Todos! Ou, pelo menos, a grande maioria. Simples assim, como se trocam os móveis velhos e fedorentos de uma casa.

  • J. -

    O que é impressionante e fatídico é que a sociedade nada pode fazer (legalmente) para conter está ditadura do poder constituído por governantes corruptos, silenciosamente. O STF que deveria ser o último reduto moral do País se transformou num balcão de negócios, com decisões que envergonham nosso País e que fazem parecer que o mal venceu o bem.

  • Valdo -

    Os três mosqueteiros Gilmar Mendes, Dias tofolli e Ricardo Lewandowski, juntos destruirão o Brasil! Seus filhos e netos devem sentir muito orgulho!

Ler 107 comentários