PF tenta descobrir quem paga a defesa do esfaqueador de Bolsonaro

O delegado Rodrigo Morais, que conduz o inquérito sobre o esfaqueador de Jair Bolsonaro, disse para o G1 que as buscas nos escritórios de Zanone Oliveira Júnior visam identificar quem estaria financiando a defesa do autor do atentado.

Comentários

  • Guilherme.S.D. -

    Igual o caso do Battisti, investigam ou mandam prender, apenas quando a impunidade já está garantida. Esse país é uma farsa.

  • Presidente-XVII -

    Isso já deveria ter sido providenciado, desde cedo.

  • Vitória -

    Pura peça de teatro. O delegado demorou tanto para dar tempo do advogado destruir tudo. Este delegado é suspeito pq foi assessor do Pimentel no PT que tem interesse no caso. Deve ser afastado.

Ler 58 comentários