Quem remunera Carolina?

A nota do governo de Minas Gerais sobre a nomeação da mulher de Fernando Pimentel para a secretaria do Trabalho é nauseabunda.

Leia aqui:

“A indicação de Carolina, que permanecerá na Presidência do Servas, partiu do próprio secretário André Quintão. Ele vê na presidente do Servas a substituição natural para que não haja descontinuidade nas políticas públicas da pasta, que já vinham sendo tocadas em parceria com a instituição.

Um dos campos de atuação conjunta entre Sedese e Servas vinha sendo o combate ao uso de drogas. As ações de assistência social da instituição foram construídas com apoio de Quintão. Assim como já ocorria no Servas, Carolina não será remunerada pela nova função”.

Não, Carolina não será remunerada pela nova função. Ela já foi remunerada em sua velha função pela Pepper, por Bené e por Mario Rosa.

A função mais velha do planeta.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais comentários