Quem tem medo de Janot?

Quem tem medo de Rodrigo Janot?

O levantamento da Folha de S. Paulo sobre a primeira lista de investigados da PGR mostra que o alarme dos políticos é ridiculamente despropositado.

“O anúncio da lista, em 6 de março de 2015, foi cercado de expectativa. Ao longo de meses, o procurador-geral da República manejou a relação em sigilo.

O ministro Teori Zavascki acolheu todos os pedidos e autorizou a abertura de 25 inquéritos. O STJ abriu mais dois.

Dois anos depois, 40% das 27 investigações foram arquivadas no todo ou em parte ou juntadas a outra apuração e outros 17 casos seguem em aberto, sem conclusão”.

200