'Quem trouxe a vacina de Oxford fui eu', diz ex-ministro Nelson Teich

Quem trouxe a vacina de Oxford fui eu, diz ex-ministro Nelson Teich
Foto: O Antagonista

O ex-ministro da Saúde Nelson Teich afirmou hoje ao Papo Antagonista que ele foi o responsável pelas tratativas iniciais entre o Ministério da Saúde e a farmacêutica AstraZeneca para trazer o imunizante da Universidade de Oxford ao Brasil.

“Quem trouxe a vacina de Oxford fui eu. E eu trouxe a pesquisa da vacina. Por qual motivo? Eu imaginava que, se eu trouxesse a pesquisa, a compra seria mais fácil”, disse o ex-ministro.

Teich alegou que, no início das tratativas, os contratos para fornecimento de vacinas eram considerados de “alto risco”. “A gente esperou para saber se a vacina ia funcionar ou não”, disse o ex-ministro.

Ao longo da entrevista, Teich também destacou que outro grande desafio do Brasil ao longo da pandemia do novo coronavírus diz respeito à falta de recursos. Segundo ele, o valor disponível no país para gastos em saúde é de aproximadamente R$ 2,1 mil por pessoa. Nos Estados Unidos, o custo por pessoa é de R$ 65 mil; no Reino Unido, R$ 24 mil por cidadão.

“A gente tem um poder financeiro limitado. Na hora da alocação do recurso, vira uma decisão difícil. Por isso, temos que pensar um projeto Brasil e não somente um projeto Ministério da Saúde”, disse  o ex-ministro.

Após a entrevista, Teich reforçou que o contrato da vacina de Oxford com o Brasil foi fechado após a saída dele do ministério.

Leia mais: Assine a Crusoé, a revista que tem coragem de fiscalizar TODOS os poderes
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO