"Querem gastar mais, sem correspondente receita? Então, arquem com as consequências"

“Querem gastar mais, sem correspondente receita? Então, arquem com as consequências”
Foto: Adriano Machado/CRUSOE

A senadora Simone Tebet (MDB), presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, disse a O Antagonista que a situação fiscal do Brasil é um “recado bem claro” ao governo Bolsonaro e à classe política.

Como mostramos, o Banco Central divulgou hoje que a dívida pública brasileira superou 90% do PIB. O endividamento soma R$ 6,5 trilhões –maior valor desde 2006, quando se iniciou a série histórica.

“É a economia exercendo seu papel político, limitando excessos, no sistema de freios e contrapesos.”

Simone mandou um recado para o Planalto:

“Querem gastar mais, sem correspondente receita? Então, arquem com as consequências: dólar e inflação em alta, bolsa e segurança no governo em baixa. Para bom entendedor…”

O mês de outubro, como registramos há pouco, se encerra com números preocupantes para a economia brasileira e incertezas sobre o Orçamento de 2021.

Leia mais: Combo Crusoé e O Antagonista+: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 51 comentários
TOPO