“Querem nos calar”, diz procurador da Lava Jato

Em entrevista à IstoÉ, o procurador Roberson Pozzobon, integrante da força-tarefa da Lava Jato, alerta para o “pacote de medidas de desserviço à sociedade” impulsionado no Congresso por políticos investigados.

“Basta acompanhar os debates no Congresso para perceber que há muitos agentes políticos, já investigados ou com perspectiva de serem implicados pelas investigações em curso na Operação Lava Jato, que vislumbram na aprovação de leis de contenção e retrocesso a última alternativa para a impunidade e sobrevivência no mundo político.”

“Dentro deste pacote de medidas de desserviço à sociedade estão iniciativas legislativas que servem apenas para amarrar o Ministério Público e Judiciário para que não possam livremente exercer suas missões constitucionais e combater a corrupção, vendar a sociedade para que não saiba o que aconteceu ou ainda está acontecendo e calar aqueles que querem revelar a estrutura de organizações criminosas de que fizeram parte e provas de seu funcionamento.”