“Queremos general!”

Esse é mais um grito no plenário da Câmara, ocupado pelos “intervencionistas”.

Faça o primeiro comentário