"Quiseram levar no gogó e, claro, não deu certo"

“Quiseram levar no gogó e, claro, não deu certo”
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Ricardo Barros, líder do governo Bolsonaro na Câmara, se reuniu ontem com representantes do mercado financeiro, como Itaú e XP, além de gestoras de recursos, para defender o uso de precatórios e Fundeb para bancar o Renda Cidadã.

Um participante do encontro disse ao Estadão:

“Ele disse que era isso ou nada, e tratou a situação com naturalidade, como se não houvesse pedalada. Diante da reação negativa do mercado, não deu qualquer indicação de que o governo pode voltar atrás. A impressão que ficou é a de que o governo vai esticar a corda.”

A mesma fonte completou:

“A questão a saber agora é se Paulo Guedes tem muito apreço pelo cargo e está topando qualquer coisa para continuar.”

E mais:

“Quiseram levar no gogó e, claro, não deu certo.”

Leia mais: Combo Crusoé e O Antagonista+: comece a ler por apenas R$ 1,90
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 48 comentários
TOPO