Randolfe: 'Combater corrupção' e 'Jair Bolsonaro' não cabem na mesma frase

Randolfe: Combater corrupção e Jair Bolsonaro não cabem na mesma frase
Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) comentou a O Antagonista a declaração do presidente Bolsonaro de que teria “acabado” com a Lava Jato.

“O senhor Jair Bolsonaro acabou com a Lava Jato porque o combate à corrupção é incompatível com a trajetória dele e com o governo dele”, disse o senador.

“A trajetória de Jair Bolsonaro sempre foi vinculada a Centrão, vinculada a esquemas parlamentares em Brasília, e a atuação em governo não poderia ser diferente. O maior retrocesso da história do País no combate à corrupção está ocorrendo nesses anos. A nomeação do procurador-geral da República, que desmontou todas as forças-tarefas, não só da Lava Jato, mas todas as forças-tarefas de combate à corrupção; o freamento de iniciativas como o fim do foro privilegiado no Parlamento; a aliança com o Centrão; enfim. Essa é que tem sido a atuação de Jair Bolsonaro. ‘Combater corrupção’ e ‘Jair Bolsonaro’ não cabem na mesma frase”.

Leia mais: Por que a escolha do novo ministro do STF agrada ao establishment e pode mudar -- para pior -- as coisas em Brasília
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 63 comentários
TOPO