Randolfe e a CPI do nada

Randolfe Rodrigues apresentou à CPI do Carf requerimentos para a quebra dos sigilos bancário e fiscal da empresa LFT Marketing Esportivo, de Luís Cláudio Lula da Silva.

Para Randolfe, antes da comissão convocar o filho de Lula, seria “prudente” comprovar os pagamentos feitos pela Marcondes & Mautoni Empreendimentos. “Estou fazendo logo a quebra até para não prevalecer, neste debate, a discussão entre governo e oposição.”

O repasse de R$ 2,4 milhões já foi provado pela Operação Zelotes e confirmado oficialmente pelo próprio Lulinhazinho. Agora, qualquer discussão será nos autos do inquérito.

Faça o primeiro comentário