Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Randolfe exibe entrevista a O Antagonista e diz que Tolentino agiu de "má-fé"

O senador da CPI da Covid levantou suspeitas sobre os problemas médicos alegados pelo advogado, apontado como sócio oculto da FIB Bank
Randolfe exibe entrevista a O Antagonista e diz que Tolentino agiu de “má-fé”
Foto: Pedro França/Agência Senado

O vice-presidente da CPI da Covid, Randolfe Rodrigues, exibiu há pouco durante a sessão da CPI da Covid um trecho da entrevista do advogado Marcos Tolentino ao Papo Antagonista.

Tolentino, apontado como sócio oculto da FIB Bank, prestaria depoimento à comissão nesta quarta-feira (1), mas não compareceu alegando problemas de saúde.

Como mostramos, a entrevista foi gravada ontem à noite.

Segundo Randolfe, Tolentino agiu de má-fé.

Esse vídeo demonstra cabalmente que essa CPI foi vítima de má-fé. O senhor Marcos Tolentino entrou com um pedido para não comparecer no dia de hoje à CPI sob a alegação de que ontem, às 15h40 deu entrada no Hospital Sírio Libanês sobre o argumento de formigamento no corpo.”

Omar Aziz recebeu um telefonema do presidente do Sírio do Libanês e afirmou que o diretor clínico fará uma junta médica para saber o que de fato o paciente tem. Segundo o senador, o hospital não vai dar um atestado sobre uma doença que ele não tem.

Os senadores também citaram o caso do lobista Marconny Albernaz, que alegou igualmente problemas médicos, uma dor pélvica.

“O problema do malandro é que ele acha que só a mãe dele fez filho esperto”, disse Randolfe.

Assista:

Mais notícias
TOPO