Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Randolfe pede que comissão torne público dossiê de antifascistas

Randolfe pede que comissão torne público dossiê de antifascistas
Foto: Roque de Sá/Agência Senado

O senador Randolfe Rodrigues (Rede), líder da oposição no Senado, apresentou um requerimento para que a Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência retire o sigilo do dossiê de antifascistas preparado pelo governo de Jair Bolsonaro.

“Como já se viu, a sensibilidade do tema é muito grande, de modo que não é crível que a sociedade possa precisar esperar até um século para descobrir o que exatamente estava sendo feito secretamente no Ministério da Justiça”, diz o senador, na justificativa do requerimento (leia aqui a íntegra).

“É imperioso que isso venha logo a público, na mais basilar demonstração do princípio republicano e da publicidade das ações governamentais, na medida em que, ao que consta, nada há que justifique a gravação de sigilo tão longo”, acrescentou.

O sigilo foi imposto pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça, comandado por André Mendonça.

Na quarta-feira, no STF, os ministros julgarão a ação — também apresentada pela Rede — que busca suspender a coleta de informações de inteligência de opositores do governo.

O tal dossiê se refere a 579 agentes de segurança, professores e “formadores de opinião” que o governo identifica como integrantes do “movimento antifascista”.

No Congresso, a comissão que analisa a produção do dossiê é presidida pelo senador Nelsinho Trad (PSD), que recebeu uma cópia do documento, sob a condição de assinar um termo de confidencialidade. Amanhã haverá uma reunião virtual da comissão.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO