Raquel pede para STF ‘não conhecer’ habeas corpus de Cunha

Raquel Dodge enviou ao STF manifestação pedindo para o STF não conhecer o habeas corpus em favor de Eduardo Cunha.

Para a PGR, a decisão do ministro Rogério Schietti Cruz, do STJ, negando o HC e mantendo o trâmite da ação penal contra Cunha “não apresenta qualquer ilegalidade ou incoerência”.

A procuradora reforça que “há provas do envolvimento do ex-deputado na prática de crimes em série e de lavagem de dinheiro, o que contribuiu ativamente para o desvio de milhões de reais dos cofres públicos”.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Fernando disse:

    Sim, a PGR enviou pedido para o STF não conhecer o HC de Cunha. O problema é que nós conhecemos o STF.

Ler comentários
  1. Romeu disse:

    Todos sabem que o STF cultua um entendimento de que devem soltar todos os bandidos ligados à Lava Jato, desmoralizar a Justiça Federal de primeira e segunda instâncias, possibilitando soltar Lula.

  2. Pedro disse:

    Só Bolsonaro pode garantir a manutenção dos corruptos na cadeia! Os outros trabalham para a ORCRIM e buscam impunidade através de indultos ou do fim da condenação em segunda instância! BOLSONAR

  3. Tereza disse:

    Se delatar morre, né, Cunha? Melhor mandar a filha cuidar dos negócios e ficar vivo pra desfrutar.

  4. Luis disse:

    Calma. O "acordão" está em andamento. Se tudo der certo, os políticos criminosos de todos os grandes partidos envolvidos serão beneficiados. Haverá troca troca, não de cargos, mas de liberdade

  5. Epaminondas disse:

    E aí, já fez a sua parte? Vai ficar fora dessa? Onde estão os votos que solicitamos para o MITO? Depois não adianta chorar. Vejam o que acontece na Venezuela. É isso que querem para seus filhos.

  6. Tereza disse:

    Ele já nomeou procuradora na Câmara. Falta saber se será 'conhecida'.

  7. Cleon disse:

    O que impressiona no Cunha é a resiliência psicopata.

  8. Alberto disse:

    Quem é esse cara? Ainda vive? Se não delatar, continuar negando ter praticado corrupção, vai fazer companhia aí Cabral por 30 anos.