Raquel sai em defesa de ex-chefe de gabinete de Janot

A CPMI da JBS convidou Eduardo Pelella. Ele não apareceu. Os parlamentares, então, transformaram o convite em convocação.

Como registramos aqui, a Associação Nacional dos Procuradores da República divulgou uma nota repudiando a decisão da comissão.

Hoje, no encontro de procuradores em Porto de Galinhas, em Pernambuco, Raquel Dodge também se posicionou contrariamente à convocação: “É incabível”.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;

Ler 33 comentários
  1. Nós brasileiros não estamos dando a devida dimensão o fato que deveria estar sendo investigado. Trata-se de uma conspiração, uma tentativa de golpe de estado, de depor um presidente, e tudo em tese engendrado por Servidores de Estado, que tem como missão institucional evitar golpes. Super necessário uma investigação, a desestabilização do Estado é coisa muito grave, prejudica demais o País. Se forem inocentes muito melhor, mas se tiverem culpa ou dolo, devem ser punidos exemplarmente.

  2. depois não dizem que a procuradoria se tornou um poder acima dos outros, uma convocação do Congresso é ela diz incabível? Isso porque o braço direito do Janot está até as tampas envolvido em ilegalidades com a turma dos Batistas. Incabível é ela não ter aberto uma investigação para analisar a conduta do Janot, Miller e Pellella.

  3. Incabível é convocar Deus para prestar esclarecimentos… aliás, além de incabível, é sacrilégio…
    Abaixo do Senhor, convocar qq mortal, nascido no Brasil e sob o império da Lei, não é incabível, mas sim funcionamento das instituições..
    A Sra. PGR mandou mal nesta situação… como funcionária pública, deveria saber que ninguém está acima da Lei…
    Ou os procuradores acham que eles não devem satisfação à ninguém ??
    E mais, se o cara não comparecer, que se coloque a Polícia Federal para fazer uma condução coercitiva… e se resistir aos policiais, uso de força…
    Os caras se acham…

  4. Encontro em Porto de Galinhas que tem este nome para disfarçar a chegada de escravos no Brasil. Fora a demonstração da farra com o dinheiro público quando temos 20 milhões de desempregados no país.

  5. É incabível por que? Ele não passa de um servidor público, pago por todos os brasileiros. Tem que ser ouvido e também investigado. Se errou que pague. Tanto ele quanto Marcelo Müller e Rodrigo Janot tem muito o que explicar. Não se trata de defender Temer ou quem quer que seja, mas que tem caroço nesse angu tem. Por que será que Joesley e Wesley estão quietinhos?

  6. O PT passa a ideia de que o jornal da GloboNews só persegue o Lula!


    Ou seja: De que a GloboNews persegue de graça o Lula.
    

**

    Ou seja: se PT conseguiu fazer edição das falas e imagens do Bonner falando mal de Lula;
    

do Camarotti (excelente jornalista nordestino) falando 12 vezes mal de Lula;
    da Cristiane Lobo falando mal dezenas & fazer disso um Produto de Marketing
    Político (“vender” bem um produto de consumo, via técnicas elaboradas de marketing):
    como a Globo seria a favor do PT? Se o PT odeia o jornalismo da Globo?… Esquisito, não?
    
***

    Então, me responda essa aqui, por que o GloboNews seria esquerdalha???


    Ou a favor de PT?

    É muito paradoxal.

  7. é cabível sim senhora !
    Como a senhora ele é um funcionário público , pago por nós
    Se trabalhou corretamente não tem o que temer
    Deve ser convocado sim !!!!!
    Limite-se ao seu trabalho !!!

  8. Incabível ??? Se não comparecer, pode ser preso. Simples assim…a lei é para todos, inclusive para quem se acha deus….procurador, vá não minta, pois poderá sair de lá preso…

  9. Já que o outro PGR…aquele Conspirador Geral da República era meio fraquinho e tinha conhecimento jurídico limitado e fazia denúncias sem PROVAS…alegava CRIMES que não haviam sido concluídos e tipificava erroneamente condutas no CP…vou dar uma ajudinha para a nova PGR Dra. Raquel
    MARCELO MULLER cometeu os crimes de Corrupção Passiva e Advocacia Administrativa com PROVAS e CONTRAPARTIDAS ao vender a LAVAJATO de Brasilia para os Irmãos FRIBOI
    E caso queira rechear mais a denúncia pode alegar que cometeu os crimes de Associação Criminosa ( por entrar em conluio com a JBS ) e Obstrução de Justiça ( impedir a CONDENAÇÃO dos Batistas forjando a delação )
    Já RODRIGO JANOT e EDUARDO PELELLA que ainda não sei porque ainda não estão sendo investigados FORMALMENTE pela PGR, no mínimo cometeram o crime de PREVARICAÇÃO por saberem segundo os áudios e as mensagens de whatsapp recuparadas pela Polícia Federal do que estava acontecendo na PGR bem embaixo dos seus narizes e nada fizeram
    Aliás…se a Dra. Raquel Dodge não fizer nada sobre o assunto vai incorrer no mesmo crime
    Então ela tem que decidir se fica do lado da LEI ou do CORPORATIVISMO

  10. Incabível ??? Se não comparecer, pode ser preso. Simples assim…a lei é para todos, inclusive para quem se acha deus….procurador, vá e maoísta, pois poderá sair de lá preso…

  11. Dra. Raquel: “Incabível”, porquê?
    Onde está escrito que um membro do MPF não pode atender convocação do Congresso?
    Está parecendo que o Eduardo Pelella sabe de muita coisa e está com medo de se incriminar na CPI! Ou não?

  12. Então a Operação Abafa Janot já tem Robalinho, Fachin, Barroso, Raquel e Antagonistas?
    Já dá pra enterrar todas as denúncias contra Miller e Pelella.
    Não vão nem precisar de emendas parlamentares.

  13. Notícia velha, que esses golpistas omitiram de seus leitores incautos desde de terça-feira.
    Site desinformante do caraco, ao invés de noticiar isso há 3 dias atrás, preferiram escrever N posts perseguindo Temer e levantando a bola de um huck!

  14. Xiii…Dra. Raquel Dodge não me decepcione…por favor
    Não vá dizer que você também faz parte da Operação Abafa ( termo que eu criei aqui nos comentários e hoje está na boca do povo…citado até pelo Barrosinho Racista o Ministro da Esquerda Fascista do STF)
    Sério mesmo que você em vez de ficar do lado da LEI e da JUSTIÇA depois que foi escancarado o JANOT GATE (Conspiração Tabajara) e descoberto que um Procurador da República MARCELO MULLLER recebeu 27 milhões de PROPINA travestidos de honorários advocatícios para livrar da CADEIA os Irmãos FRIBOI vendendo a LAVAJATO de Brasilia com o conhecimento ao que tudo indica de Rodrigo Janot e seu chefe de Gabinete Eduardo Pellela casado com a assessora do Ministro do STF Edson “JBS” Fachin ex- advogado do MST, que a filha é casada com o DIRETOR GERAL da JBS em Goiás e que também ajudou na Conspiração para salvar a EMPRESA que “patrocinou” sua candidatura ao STF?
    E não vou nem falar do outro Procurador que foi PRESO ligado ao ex- Ministro da Justiça EDUARDO ARAGÃO da Dilma que tinha tentado vender a PGR antes, mas perdeu a parada para o Marcelo Muller
    Em vez de dar o EXEMPLO e cortar na carne a Dra. quer ser CORPORATIVISTA?

  15. Corporativismo do MPF.
    Essa é uma das maiores tragédias da cultura brasileira: se é colega, pode cometer o crime que quiser que a classe sai em defesa.
    Ao fim e ao cabo, os desonestos dominam a instituição.
    A segurança pública no RJ foi isso ontem.

    1. Pois é! A praga que infesta o MPF é o corporativismo cego!
      Os doutores precisam ler a Constituição e parar de tentar arrancar decisões no grito!
      Parece que foram ungidos pelo Espírito Santo como os únicos detentores da verdade!
      Deus nos livre dessa tirania!

  16. Gilmar Mendes, Lewandowski, Dias Tóffoli e Marco A. Melo criaram o “direito penal seletivo”, ou seja, eles julgam de acordo com a cara ou conta bancária do réu.
    Esse trio de togas sujas e corruptas criaram um país de Impunidade para ricos delinquentes, assassinos e corruptos. Fato!!

  17. Gilmar Mendes, Lewandowski, Dias Tóffoli e Marco A. Melo criaram o “direito penal seletivo”, ou seja, eles julgam de acordo com a cara ou conta bancária do réu.
    Esse trio de togas sujas e corruptas criaram um país de Impunidade para ricos delinquentes, assassinos e corruptos

  18. Não. Não é incabível coisa nenhuma. Quem aceitou aquela “delação” do Joesley Safadão e ainda deu a ele e ao outro vagabundo do seu irmão o acordo de leniência inacreditável que foi dado merece ser investigado. E se o Pelella tiver problemas com isso, sempre pode recorrer ao STF. Certo, Antagonistas?