ACESSE

Ratinho e a estranha rede de telefonia dos Correios

Telegram

O apresentador Ratinho vai fazer propaganda da nova rede de telefonia dos Correios voltada para a classe D, serviço pelo qual a estatal pretende garantir uma nova fonte de recursos.

A licitação para esse serviço inovador teve apenas dois concorrentes: a gigante Claro perdeu para a desconhecida EUTV, de Yon Moreira da Silva Júnior, ex-VP da Brasil Telecom (incorporada pela Oi). Como se trata de uma operadora virtual de telefonia, a EUTV usará a rede da TIM.

Em seu livro “Operação Banqueiro”, o jornalista Rubens Valente conta que Yon Moreira Júnior negociou pela BrT o pagamento de R$ 1,5 milhão a um sócio de Lulinha na Gamecorp.

“Em 2003, com Lula na Presidência, Jacó foi escolhido representante da Petros, o fundo de pensão da Petrobras, no conselho de administração da empresa controladora da BrT, a Solpart. Os dois filhos de Bittar e Lulinha firmaram uma sociedade, a G4 Entretenimento, que detinha a licença para divulgar os programas do G4, canal de games nos EUA. Ao mesmo tempo, outra empresa, a Espaço Digital, de Leonardo Badra Eid, passou a trabalhar com a BrT.

Em 2004, a G4 e a Espaço Digital formaram uma holding, a BR4, que depois receberia o nome de Gamecorp.

A auditoria revelou que a BrT assinou três contratos com a Espaço Digital, em agosto de 2003 e março e agosto de 2004, num pagamento total de R$ 1,5 milhão. Dois dos contratos tinham por objetivo a aquisição do direito de transmissão do programa G4 TV na internet e “patrocínio deste programa na transmissão realizada pela rede Bandeirantes”. Assinados em nome da “Espaço Digital”, os contratos dizem respeito diretamente ao programa G4, o mesmo G4 referido por Carla Cico à CPI dos Correios como o nome então utilizado pela Gamecorp nas tratativas com a BrT.

A auditoria entrevistou Bruno Sena, diretor da empresa BrTurbo, um braço da BrT, e colheu dele informações reveladoras que não haviam se tornado públicas até aqui: Segundo Bruno Sena: a decisão da contratação veio ‘de cima para baixo’. Yon Moreira da Silva Junior (antigo VP da BT) foi o responsável pela negociação. O fornecedor foi uma indicação decorrente de interesses.”

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Seja o primeiro a comentar