Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Reale Júnior critica ações do governo Bolsonaro em Manaus: "Crime contra humanidade"

O jurista disse que o Planalto fez um "experimento em um momento trágico" ao promover o "tratamento precoce" contra a Covid
Reale Júnior critica ações do governo Bolsonaro em Manaus: “Crime contra humanidade”
Foto: O Antagonista

Em entrevista ao Papo Antagonista nesta quarta-feira (15), o jurista Miguel Reale Júnior comentou o parecer sobre os crimes cometidos por Jair Bolsonaro que foi entregue à CPI da Covid. O documento, elaborado por um grupo de advogados comandados por Reale Júnior, diz que a crise de oxigênio em Manaus foi um “experimento pseudocientífico”.

O jurista afirmou que as ações do governo federal para promover o chamado ‘tratamento precoce’, com o kit Covid, apostando na tese de imunidade de rebanho, configuram crime contra a humanidade.

“É um crime contra a humanidade porque foi um experimento feito num momento trágico, de crescimento vertiginoso da disseminação do vírus, com hospitais lotados, com falta de oxigênio e, no meio dessa tragédia toda, foi feito um experimento com o aplicativo TrateCov, para ministrar cloroquina.”

Leia a íntegra do relatório aqui. 

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO