Recesso prolongado

Luiz Fernando Bandeira de Mello Filho, secretário-geral da Mesa do Senado, tentou explicar, em entrevista à Agência Senado, por que o ano no Congresso não vai começar em 2 de fevereiro, uma sexta-feira.

“Na prática, nós teríamos que custear as passagens dos parlamentares para Brasília exclusivamente para uma solenidade de abertura, sem votar nada. Então, achamos mais eficiente e econômico abrir na segunda-feira. E mantemos, assim, a sessão deliberativa ordinária para a terça-feira à tarde.”

Retorno para valer só depois do carnaval.

Leia também:

Reparos antes do retorno

Comentários

  • antonio -

    Por que não se cria o Home Senado, cada um "trabalha" na sua casa e assim não dá despesa de auxilio moradia, refeição, viagem. Temos o risco de não fazerem p....nenhuma....sim...mas já não fazem nada hoje e gastam uma porrada de grana......

  • LAVA -

    Temos que mudar essa mentalidade, vamos cobrar dos eleitos que trabalhem todos os dias e não apenas quando querem.

  • luizs -

    Se fosse para economizar essa porrha deveria ser extinta.

Ler 12 comentários