A reclamação dos suspeitos de sempre

O Instituto dos Advogados de São Paulo marcou para o dia 19 um evento cujo tema é “os direitos humanos do povo contra a corrupção”, relata a Folha.

Convidou para debater o tema, entre outros, o general Sérgio Etchegoyen, chefe do Gabinete de Segurança Institucional de Michel Temer.

Cerca de cem advogados não gostaram e mandaram uma carta ao Iasp dizendo que a entidade está longe de seus objetivos e se cala diante de “absurdos ocorrendo em grande escala”.

Alguns dos signatários da carta: Kakay, José Eduardo Cardozo e o advogado de Lula, Cristiano Zanin.

 

35 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. frase de um estudante de direito , o dvogado e microbio do planeta , pois quando seus hoepedeiro morrem eles morrem com ele ,porem o advogado , continua a sugar seu hospedeiro ,es,o depois de elevirar cimzas;;; ou seja verdade pura .

  2. na reaidade sera um evento do dirito dos manos e nao direito humanos , o porque nenhum instituto de pesquisas nao faz uma pesquisa para saber o que a poupulaçao ache dos advogados e da oab , a organizaçao de apoio a criminosos , seria interessante ,ver o resultado desta pesquisa, visto que mesmo nas faculdades de direito costuma se dizer que os advogados sao piores que qualquer virus ou bacteria , pois estes morrem quando morre o hospedeiro ,mas o advogado continua a sugar o cliente mesmo depois de morto,

  3. Como disse o Gal Villas Bôas, o EXÉRCITO BRASILEIRO ESTÁ COESO.
    Que o Gal Sérgio Etchegoyen demonstre isso em sua fala, veremos as opiniões de ataque, identificaremos mais inimigos da NAÇÃO.
    AVANTE FFAA

  4. E alguns defendem tais absurdos. . O que não podemos aceitar é aparelhamento político dos direitos humanos e das causas por grupos ideológicos que não se apresentam abertamente ao debate público. Escondem-se atrás dos “Direitos Humanos” para propor a implantação de seus valores e propostas sem discussão democrática, movidos por ideologias antidemocráticas.

  5. É a turma dos direitos humanos dos algozes.A corrupção não mata no varejo, mata no atacado, com falta de atendimento na saúde, na segurança, na educação, na infraestrutura, no transporte público, entre outros. Habeas corpus coletivo para bandidos, pode, né, não?

  6. Eu também estou assinando! Nas redes sociais paginas das Forças Armadas, do Ministério Publico Federal, do Temer, da família Bolsonaro e outros estão bloqueando o cidadão para que não haja fiscalização e manifestação de opinião sobre as atividades, ações e ideologias contrarias às defendidos por essas instituições, grupos e pessoas. Tentam impor uma ingerência ilícita na vida privada a partir de uma inconstitucional “tomada de conta” da coisa publica, como se fossem donos e únicos proprietários das instituições demográficas.

    1. Digo: como se fossem donos e únicos proprietários das instituições democráticas! É bom que se anote que esse mesmo projeto de poder de propriedade do Estado Democrático de Direito foi amplamente aplicado nos governos anteriores e é o responsável pelo maior aparelhamento das instituições, institucionalização do crime, ineficiência e não prestação dos serviços públicos, descumprimentos de deveres funcionais, estratificações, com fraudes em concursos, privações de acesso a educação, obstrução à Justiça, fraudes à Justiça do Trabalho, onerações, furtos e roubos da propriedade material e imaterial privada, assim como a das finanças custeadas pelo dinheiro do trabalhador como, por exemplo, os repasses ao BNDES!

  7. Seria interessante levantar o rendimento anual dos cerca de 100 advogados que estão contestando a iniciativa do Iasp e mais, como alguns de seus fregueses conseguem o dinheiro para pagar seus altissimos honorários.

  8. Os direitos do povo pagador de impostos diante da corrupção é o de ver todos esses ladrões presos sem qualquer direito à apelações esdrúxulas e mentirosas. Simplesmente isso.

  9. Considerando os adevogados que estão requerendo o tal evento e que o General citado faz parte do governo o objetivo é se contrapor ao movimento do dia 11 de outubro com a presença de cidadãos em frente aos Quartéis para apoiar uma intervenção militar. Parece que a OAB já tomou partido no sentido de apoiar toda a corrupção no país o que na realidade acaba rendendo contratos milionários na defesa dos ladrões do dinheiro público. Acho que na comunidade jurídica deve haver um número muito maior de advogados que não concorda com a tese de que estão ocorrendo absurdos na atuação da Lava Jato.

  10. Os advogados capturaram o Estado brasileiro na constituição.
    .
    Um exemplo prático: a previsão de que ninguém pode ser preso até o “trânsito em julgado”, ou seja, até o último recurso ser julgado. Isso não acontece em nenhum país civilizado. E permite ao Luiz Estavão colocar mais de 90 recursos para adiar sua prisão.
    .
    Por que colocaram essa aberração na constituição? Para enriquecer os advogados. Processos longos = mais honorários.
    .
    Também para enriquecer os advogados o Brasil tem 4 instâncias, quando o normal no mundo é duas.
    .
    No fim das contas, conseguiram o que queriam. Todo jovem de classe média cursa direito sonhando em ganhar os 20 milhões que o Kakay ganha por HC.

    1. Os advogados querem debater direitos humanos. Nós, o povão, a turba , gostaríamos que o General nos representasse e lhes falassem sobre ” humanos direitos”…