Rede pede liminar de Rosa para suspender decretos das armas

Rede pede liminar de Rosa para suspender decretos das armas
Foto: Carlos Moura/SCO/STF

A Rede pediu a Rosa Weber que suspenda, monocraticamente, decretos de Jair Bolsonaro que ampliaram o limite de armas que podem ser adquiridas por cidadãos.

Como mostramos mais cedo, parlamentares desarmamentistas pressionam o STF a antecipar o julgamento sobre a constitucionalidade dos decretos, marcado para começar só na próxima sexta (16), no plenário virtual do STF.

Uma antecipação para julgamento na sessão presencial, realizada por videoconferência, é improvável. As sessões de quarta (14) e quinta (15) já estão reservadas para o julgamento da anulação das condenações de Lula e para a análise da lei de patentes.

A Rede quer uma liminar imediata da ministra com o argumento que as normas entram em vigor na próxima terça (13).

O partido sustenta que, durante a semana, a ampliação na quantidade de armas que poderá ser vendida levará ao “aumento da criminalidade e das mortes dos mais vulneráveis”.

Leia também na Crusoé.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO