Rede vai ao Supremo para blindar Verdevaldo

Telegram

A Rede pediu ao Supremo para impedir qualquer investigação sobre Glenn Greenwald.

Na ação, o partido argumenta que o hackeamento de celulares de autoridades não justifica apuração sobre a conduta do jornalista, inclusive por meio do Coaf, e que a Polícia Federal não pode ser instrumentalizada “para fins de revanchismo” contra quem divulgou as mensagens.

A ação inclui um pedido de decisão liminar, que poderá ser concedida por Dias Toffoli durante o recesso do Judiciário. O relator do processo, que assume o caso em agosto, é Gilmar Mendes.

Comentários

  • ROSÂNGELA -

    É piada? Inacreditável!

  • Almanakut -

    Partido dos seringueiros.

  • Regina -

    Toffoli dá, mas Gilmar tmbém dá o ku?

Ler 295 comentários