Reforma da Previdência fora da pauta

Como previsto, Rodrigo Maia não pautou para a semana que vem a votação da reforma da Previdência na Câmara. Ele sabe que a proposta do governo Michel Temer seria derrubada.

Os governistas agora querem tentar votar na semana de 11 de dezembro.

Hoje, Geraldo Alckmin disse que o PSDB apoiará a reforma. Os tucanos têm 43 deputados. Temer precisa de 308 para a aprovação.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. pedra disse:

    PSDB e Maia no RJ, nunca mais, se depender de mim, dos amigos e parentes.

Ler comentários
  1. Ghost Writer do Mainardi disse:

    Dizem que o Placar seria um desastre. Ou seja, se votasse no dia 6, o desgoverno do chefe da Orcrim acabaria no outro dia. Ele é ladrão, mas não é burro. Vai cozinhar esse discurso de promessa até o último dia do mandato, só pra manter o apoio e as propinas dos banqueiros.

  2. Gilson disse:

    Se não votar neste ano, Temer vai querer votar em fevereiro. Acho que pode partir na outra semana, se Maia concordar, para o tudo ou nada. Com certeza, Temer é capaz de qualquer coisa pra aprovar.

  3. Celso disse:

    O PSDB apoia, segundo Alckmin. Acho que Temer deve usar argumentos técnicos ....e argumentos outros se faltarem poucos votos. Temer tem que jogar o jogo do Congresso. Oferece cargos, o que for. Aposto que o STF fecha os olhos, neste caso.

  4. Profeta disse:

    Quem . Vai . Querer . Perder . O . Foro . Privilegiado ?!?!?!

  5. murilo disse:

    Fabinho do AP cravou 80 votos ! Acho que deve ter mais, uns 150, e olhe lá. Na outra semana teremos novo adiamento.