Reforma para trouxas

Esta semana o delator Fernando Moura contou ao MPF que participou da indicação de 32 mil cargos de confiança para o governo federal quando José Dirceu assumiu a Casa Civil.

A grande maioria dos indicados de Dirceu ainda estão abrigados em algum gabinete na Esplanada, visto que o ex-ministro na prática nunca deixou o poder.

Até agora, os prometidos cortes ministeriais de Dilma Rousseff alcançaram apenas 1,5 mil desses cargos. É ridículo.

Mais notícias
TOPO