Reforma política antes da semana com feriado

Rodrigo Maia reuniu líderes da Câmara no Palácio do Planalto hoje pela manhã.

Ficou decidido o que André Fufuca já anunciou: a PEC do fim das coligações e da cláusula de barreira será colocada em votação hoje.

Sem acordo quanto ao conteúdo da proposta, eles chegaram a um único consenso: o de que é preciso dar “uma resposta à sociedade” antes da semana do feriado de 7 de Setembro.

Para seguir para o Senado, a PEC precisa de 308 votos em dois turnos — com intervalo de duas sessões entre um turno e outro.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais 5 comentários
    1. Qual o sentido da existência do Congresso Nacional, se a sociedade que os elege, ao invés dos benefícios pretendidos e prometidos, tem que permanecer em sobreaviso permanente, para evitar que seja trapaceada, agadanhada e pilhada por eles, como soe acontecer continuadamente a anos, sem descanso e sem fim.

    2. Sifu Fuca:
      A realidade mostra que o Brasll é uma grande comédia de terror pastelão.
      Atualmente um jovem político cheio de saúde, de quilos a mais, e de segundas intenções,
      domina o noticiário dos jornais e da televisão.
      Se aqui fosse o Sítio do Pica-Pau Amarelo seria fácil explicar tal aparição.
      Provavelmente, Monteiro Lobato, num momento de desespero e de frustração
      resolveu cruzar o o Rabicó com a Cuca para criar esta assombrosa assombração,
      que por trás da cara de bom moço apreciador de Todynho 
      esconde-se um sinistro coveiro
      cuja única missão
      é ajudar os amigos de Brasília
      a fechar a tampa no nosso caixão.

    3. CORRE BRASIL. CORRE ANTAGONISTA. VAMOS ENCAMPAR ESSA CAMPANHA PELA EXTINÇÃO DO FUNDO PARTIDÁRIO. PRESSÃO DE TODO. DINHEIRO DA SAÚDE PARA POLÍTICOS, NÃO!!!! https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaoideia?id=83941&voto=favor