Registramos os ataques de Dilma a Sergio Moro

Vocês já devem ter lido a entrevista espantosa de Dilma Rousseff à Folha de S. Paulo. Mas O Antagonista faz questão de registrar o ataque da petista ao juiz Sergio Moro, uma intromissão indevida do Executivo no Judiciário:

Folha: O que acha da prisão dos presidentes da Odebrecht e Andrade Gutierrez?

Dilma Rousseff: Olha, não costumo analisar ação do Judiciário. Agora, acho estranho. Eu gostaria de maior fundamento para a prisão preventiva de pessoas conhecidas. Acho estranho só.

Não gostei daquela parte [da decisão do juiz Sergio Moro] que dizia que eles deveriam ser presos porque iriam participar no futuro do programa de investimento e logística e, portanto, iriam praticar crime continuado. Ora, o programa não tinha licitação. Não tinha nada.

Dilma Rousseff acha que “pessoas conhecidas” têm mais direitos do que pessoas desconhecidas. Dilma Rousseff acha que pode “gostar” de decisões do Judiciário, quando, na verdade, lhe cabe apenas calar a boca. Dilma Rousseff é inclassificável.

200