Regra do jogo

Sérgio Moro, falando na comissão da Câmara:

“O que mais me perturbava era a naturalidade com que as pessoas afirmavam que pagavam propina. Era uma regra do jogo”.