‘A regra é a não prisão do parlamentar’

Gracie Mendonça diz que há uma única possibilidade de parlamentar ser punido: prisão em flagrante por crime inafiançável.

E, ainda assim, com o aval da Casa Legislativa.

“A regra é a não prisão do parlamentar. Não é privilégio. Imunidade parlamentar preserva o Legislativo.”

28 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Certo. Então quer dizer que bandidos devem procurar se esconder no Congresso para escaparem de ações penais? É simples. Se prevalecer o parecer da Douta AGU, até o pior dos criminosamente vai querer e pagar por sua eleição. A qualidade do Congresso irá piorar ainda mais.

  2. Lógico que preserva. São todos bandidos.
    Todos bem protegidinhos.

    Sugestão ao Congresso:
    – Comecem a armazenar Cocaína, armas, malas, dinheiro roubado… tudo o que for ilegal para dentro dos salões e salas do Congresso.
    – Transformem Brasília na CAPITAL MUNDIAL da exportação de MUAMBAS e MARGINAIS
    – Mudem o nome do Congresso para MERCADÃO DAS COISAS ILÍCITAS
    – Tudo na maior segurança, respaldada pelo SUPREMO TRIBUNAL da MARACUTAIA, claro.
    .
    INTERVENÇÃO JÁ!

  3. OS CANALHAS DOS POLÍTICOS BANDIDOS, CORRUPTOS, LADRÕES QUEREM IMUNIDADE IRRESTRITA E O PRIVILÉGIO DE SE JULGAREM PARA A TOTAL E A COMPLETA IMPUNIDADE, SÓ TEM UM JEITO DE AFASTAR OS CANALHAS DOS POLÍTICOS DO PODER, INTERVENÇÃO MILITAR, POIS ESSA DROGA DE DEMOCRACIA SÓ SERVE A ELES.

  4. A imunidade parlamentar visa proteger atos vinculados ao mandato e não consta que o voto popular inclua autorização para o eleito violar a lei. O mandato não confere ao parlamentar um salvo-conduto à prática criminosa?
    .
    Grace Mendonça tenta cavar uma indicação ao STF submetendo sua dignidade ao gosto do patrão. Mas o fato concreto é que ela é muito, muito ruim.

  5. Não é a Gracie que diz isto, é a Constituição. Praticamente a frase dela é exatamente o que esta escrito lá. E sim, é um exagero, precisa ser revisto, é proteção demais claro. Mas, até ser revisto, tem de ser seguido…

  6. Declarações típicas de uma ditadura africana estilo Idi Amin Dada, ou asiática estilo Kim Jong-Un, onde “ungidos” se acham acima do bem e do mal.
    O Brasil é sim uma Venezuela chavista e já faz tempo.

    1. Exatamente isso!
      Mas se temos uma população passiva que aceita isso tudo e ainda há uma expressiva quantidade de pessoas que votaria em um molusco que afirma haver excesso de democracia na Venezuela, o que podemos esperar se não for isso mesmo?
      O que temos visto é reflexo puro da PASSIVIDADE da população!
      O “pseudo-gigante” não acordou de verdade!
      DORME E RONCA EM BERÇO LOTADO DE ASSASSINATOS E MALAS DE CORRUPÇÃO

  7. MENTIRA, preserva o delinquente que momentaneamente exerce o mandato parlamentar. O FORO PRIVILEGIADO É UMA AGRESSÃO AO POVO BRASILEIRO, é medieval. Não existe democracia com esta anomalia existindo juridicamente.

    1. Isso mesmo!
      Mas o povo também é medieval.
      Mais medieval, alías, que os franceses pre revolução!
      Ninguem sai as ruas, aceitando o cabresto que lhes colocam!
      Resolveu o povo trabalhar ainda mais para pagar o enriquecimento ilícito sem reclamar

  8. concordo, dra. Gracie
    mala de dinheiro não é flagrante
    e apê de 51 milhões também não
    e muito menos gravação de porão
    flagrante é só quando um senador mata outro no senado na hora do expediente com o testemunho de pelo menos 82 senadores
    aí, sim, é flagrante, não é, dra. Gracie?

  9. Qualquer delação não é motivo PRA prisão de ninguem,é apenas um indício pra ser investigado,ou qualquer um pode delatar sem provas só pra ficar livres como fez vários delatores,ou faz uma investigação séria ou peçam exoneração e vão trabalhar na roça pra deixarem de ser vagabundos!

  10. VERGONHOSA DECLARAÇÃO.
    É A PROVA DE QUE O PARLAMENTAR PODE ROUBAR O POVO E NÃO SER PRESO.
    ISTO DEU ORIGEM AO QUADRILHÃO, A UNIÃO DOS POLÍTICOS PARA ROUBAREM À VONTADE,
    O CRIME COMPENSA
    SÓ UMA INTERVENÇÃO MILITAR PODE SALVAR A NAÇÃO DESTA DITADURA PARLAMENTAR, TUDO GARANTIDO PELO SUPREMO.
    IMPUNIDADE OU IMUNIDADE PARLAMENTAR = CORRUPÇÃO
    QUEM PERMITE ESTA ABERRAÇÃO DE INCONSTITUCIONALIDADE?
    O STF
    DEPOIS DESTA MOURÃO, TÁ ESPERANDO O QUE PARA INTERVIR E COLOCAR ESTA QUADRILHA NA CADEIA?

  11. A sociedade precisa questionar essa “República de Privilegiados”. Não tem cabimento, diante das evidencias de corrupção endêmica, da falta de caráter, da falta de ética, dessa “república”, o povo ficar à deriva e a mais alta corte de justiça do país, “corte de acovardados”, segundo Lula da Silva, ser conivente com essa turma. O povo precisa decidir sobre esse “privilégio” que está desmoralizando o nosso Brasil.

    1. CONCORDO.
      só uma intervenção militar pode acabar com esta ditadura parlamentar; o reino da corrupção garantido pelo STF