Rejeição a Haddad é maior entre homens; a de Bolsonaro, entre mulheres

Telegram

A Folha também esmiuçou os resultados da rejeição aos presidenciáveis –no caso de Jair Bolsonaro e Fernando Haddad, os percentuais parecem ter se estabilizado.

O presidenciável do PSL é mais rejeitado entre as mulheres (50%) do que entre os homens (39%).

No caso do petista, é ao contrário: a rejeição é menor no eleitorado feminino (35%) e maior no masculino (46%).

Comentários

  • Cristiano -

    pesquisa na porta de cadeia vale?

  • Jorge -

    E a de Alckmin é maior entre os alunos da rede pública de SP.

  • RENATO -

    Foda-se o Data Foice, chega de dar pequisa fake pelamordedeus!

Ler 44 comentários