ACESSE

Rejeitos no Senado

Telegram

Leonardo Quintão, secretário especial do governo de Jair Bolsonaro, indicado por Onyx Lorenzoni, “retirou da MP que criou a Agência Nacional de Mineração dois dispositivos que aumentariam a fiscalização de barragens de rejeitos, como a de Brumadinho”, diz o Valor.

“Quando se reelegeu em 2014, o emedebista recebeu 1,8 milhão de reais de mineradoras” – 42% do total arrecadado por sua campanha.

Em 2018, ele foi barrado pelos eleitores, mas conseguiu uma vaguinha no governo.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 117 comentários