Relator da Acrônimo no caderno do ‘espião’

Vamos reproduzir novamente o manuscrito encontrado pela Polícia Federal num caderno de Francisco Mirto, ligado ao casal de lobistas Mauro e Cristina Marcondes.

Logo acima da anotação que sugere investigação clandestina contra o procurador José Alfredo de Paula, há outra inscrição importante: “CLÁUDIA = Nomes Reunião Min Herman Benjamin. 3319-6085 Miriam 3319-6714/6101”.

No alto da página, o nome do ministro aparece novamente associado a uma provável reunião em 7 de abril, às 17h30. A PF apura se os lobistas se reuniram com o ministro do STJ ou se tentavam obter informações sobre os participantes de uma determinada reunião.

Benjamin é hoje o relator da Operação Acrônimo, que investiga esquema envolvendo o governador Fernando Pimentel.

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200