ACESSE

Relator da CVM vota por condenar Dilma a pagar R$ 300 mil em caso de refinaria

Telegram

A CVM, órgão que regula o mercado acionário brasileiro, começou a julgar nesta segunda (24) processos que apuram a responsabilidade de Dilma Rousseff e de ex-executivos da Petrobras em decisões que resultaram em prejuízos à estatal.

Houve, porém, pedidos de vista nos dois processos, e não há data para que eles retornem à pauta.

No caso da obra da refinaria Abreu e Lima, que deu prejuízo de US$ 3,2 bilhões à Petrobras, o relator, Henrique Machado, votou pela condenação da ex-presidente ao pagamento de R$ 300 mil.

LEIA MAIS sobre o caso na Crusoé.

Leia mais: CENSURA À IMPRENSA: O EXEMPLO QUE VEM DO SUPREMO

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 32 comentários