Relator no TCU recomenda aprovar com ressalvas contas do governo Temer

Vital do Rêgo recomendou em seu relatório a aprovação, com ressalvas, das contas de 2017 do governo de Michel Temer, informa o G1.

“O parecer ainda será votado pelos outros ministros do TCU. Depois, a recomendação segue para o Congresso Nacional, que é o responsável por aprovar ou não as contas anuais do governo.”

O relatório traz 22 recomendações e 4 alertas referentes às contas de 2017.

Vital do Rêgo criticou o elevado volume de renúncia de receitas do governo em 2017, referentes a benefícios tributários, como as desonerações.

Segundo o ministro, em 2017 as renúncias fiscais somaram R$ 354,7 bilhões, equivalente a 5,4% do PIB.

Vital do Rêgo alertou que entre 2003 e 2008, a média de renúncias fiscais foi de 3,4% do PIB e que, se ela fosse mantida em 2018, o governo teria economizado R$ 131 bilhões.

“Essa economia supriria todo o nosso déficit”, disse o ministro, que ainda criticou o fato de que a maior parte das renúncias fiscais beneficiam “vai para o Sudeste”, a região mais rica do país, “e não vai para quem mais precisa”.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. José disse:

    Isso é alguma piada? Não, é chacota com a cara do povo que trabalha e paga altíssimos impostos... Até agora só houve roubo nos três poderes da falida República, e o TCU vem falar em aprovação com "ressalvas"?

Ler comentários
  1. Luciano Monteiro disse:

    Pauta boa para revista Crusué O ministro criticou o elevado volume de renúncia de receitas do governo em 2017, referentes a benefícios tributários, como as desonerações. Segundo ele, em 2017 as renúncias fiscais somaram R$ 354,7 bilhões, equivalente a 5,4% do Produto Interno Bruto (PIB). Qual foram as empresas que ganharam essas desonerações e porque?

  2. MARCO BETTEGA disse:

    Vital no Rêgo dos outros é refresco!

  3. MARCO BETTEGA disse:

    Duvido que na Europa e nos EUA, as contas das administrações dos presidentes sejam aprovadas "com ressalvas". "Aprovadas com ressalvas" . . . vai entender o significado disso. Ou são aprovadas ou não. Só aqui, na "jaboticablândia" as ressalvas são mais importantes que a matemática. Aqui as exceções são as regras.

  4. Cyberwatch disse:

    Esses caras, dos TCU's da vida, recebem salários estratosféricos para fiscalizar as contas do governo. Se assim é, por que será que o país foi a bancarrota, hein? Não fizeram por merecer o que pagamos? Houve conivência com a roubalheira? . Deixo pra cada um pensar por si só...

  5. felipe disse:

    Por favor: Se tem uma coisa que os leitores do Antagonistas NÃO estão NADA interessados é FUTEBOL. SE quiséssemos ler sobre isso iríamos a outros sites ...

  6. OS PARASITAS DO SERVIÇO PÚBLICO DILAPIDAM A NAÇÃO disse:

    O Funcionarismo Público é o CÂNCER, que consome TUDO que é produzido no Brasil. Os PARASITAS não produzem NADA, mas consomem TUDO. Não contribuem para a Previdência, mas carregam para a aposentadoria os super-salários e os privilégios imorais. Quem trabalha e produz, morrerá sem se aposentar. O Brasil precisa fazer uma limpa no Serviço Público. Todo Funcionário Público ativo, aposentado ou pensionista, que receber mais que 10 Mil Reais de vencimentos, deve ter seus vencimentos cancelados e todos os bens tomados e leiloados. ESSES PARASITAS DO INFERNO ESTÃO F.DENDO A NAÇÃO E NINGUÉM REAGE!!! Que O Justo Juiz cobre cada centavo ainda nessa vida, e que morram secos de câncer, aids e outras doenças horríveis!! VOCÊS MERECEM!!!

  7. PERIQUITAZEDA disse:

    Essa "figura pequena" chamada Vital do Rêgo (sem trocadilho) fez alguma crítica à política de desonerações de DilmAnta?