Relator no TCU recomenda aprovar com ressalvas contas do governo Temer

Telegram

Vital do Rêgo recomendou em seu relatório a aprovação, com ressalvas, das contas de 2017 do governo de Michel Temer, informa o G1.

“O parecer ainda será votado pelos outros ministros do TCU. Depois, a recomendação segue para o Congresso Nacional, que é o responsável por aprovar ou não as contas anuais do governo.”

O relatório traz 22 recomendações e 4 alertas referentes às contas de 2017.

Vital do Rêgo criticou o elevado volume de renúncia de receitas do governo em 2017, referentes a benefícios tributários, como as desonerações.

Segundo o ministro, em 2017 as renúncias fiscais somaram R$ 354,7 bilhões, equivalente a 5,4% do PIB.

Vital do Rêgo alertou que entre 2003 e 2008, a média de renúncias fiscais foi de 3,4% do PIB e que, se ela fosse mantida em 2018, o governo teria economizado R$ 131 bilhões.

“Essa economia supriria todo o nosso déficit”, disse o ministro, que ainda criticou o fato de que a maior parte das renúncias fiscais beneficiam “vai para o Sudeste”, a região mais rica do país, “e não vai para quem mais precisa”.

Comentários

  • José -

    Isso é alguma piada? Não, é chacota com a cara do povo que trabalha e paga altíssimos impostos... Até agora só houve roubo nos três poderes da falida República, e o TCU vem falar em aprovação com "ressalvas"?

  • Luciano -

    Pauta boa para revista Crusué O ministro criticou o elevado volume de renúncia de receitas do governo em 2017, referentes a benefícios tributários, como as desonerações. Segundo ele, em 2017 as renúncias fiscais somaram R$ 354,7 bilhões, equivalente a 5,4% do Produto Interno Bruto (PIB). Qual foram as empresas que ganharam essas desonerações e porque?

  • MARCO -

    Vital no Rêgo dos outros é refresco!

Ler 8 comentários