Relator no TCU vota para sustar bloqueio de bens da Odebrecht

Em julgamento no TCU, o relator André Luís de Carvalho votou pela suspensão de uma medida do tribunal que bloqueou bens da Odebrecht, informa o Estadão.

A suspensão refere-se a um processo relacionado a obras na Repar, a Refinaria Presidente Getúlio Vargas, que fica no Paraná.

Carvalho argumentou que empresas que assinam acordo de leniência, como a empreiteira, devem ter “tratamento diferenciado” das que não colaboram com o poder público.

Ele afirmou ainda que a manutenção da restrição dificultaria o pagamento pela Odebrecht dos R$ 3,8 bilhões acertados no acordo com o MPF-PR, no fim de 2016.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

  1. Luciano Jorge disse:

    Em vista da quase unanimidade de vagabundos criminosos ocupantes dos cargos públicos nos três poderes e prefeituras no Brasil, chega-se a aventar que nem dividindo a nação por estados a coisa vai ter jeito.

Ler comentários
  1. Rubens disse:

    Necessário liberar pois o setor de propinas da Odebrecht está descapitalizado e empresa não consegue contratos filés.

  2. Marcelo disse:

    Alguém ai já parou para pensar em quanto dinheiro os brasileiros já perderam com essa lava-jato? Não concordo com corrupção, mas o método para secar a sangria ta matando o paciente. E juiz é robozinho, só sabe lê leis e decidir, ele não pode salvar o Brasil, ta fazendo sua parte, bem feita por sinal. Então o problema não está com o Moro. Onde está?

  3. SEM FILTRO disse:

    Dificultaria ou impediria? Quem está para ser ajudado e quem errou? Se o acordo de leniência resultar em um perdão formal, isso não vai impedir que outras façam o mesmo para depois requererem o mesmo benefício, DEPOIS DE PEGAS.

  4. Rosário da Maria? disse:

    Vamos rezar 1/3 no 1/5 dos infernos para Nosso Capo: 1 Quem sabe ele ganha 1 tridente vermelho abençoado! 2 O Papa Francisco poderia mandar 2m de corda ao presidiário. Como ele não sabe rezar, poderia usar para nos deixar livres de sua mentira 3 Quem dava 1/3 pro marginal era a OdebreSHIT 4 É mentiroso e pai da mentira 5 O presídiario é 1 dissimulado! Vive de farsas pra enganar as gentes! 6 Na deep web “Brasil 247” não existia outro assunto ontem 7 hmmmm, 1 terço? acho que o nome disso é extrema-unção, geralmente quando se está nas últimas, desenganado é que se usa desse meio. 8 sempre ganhava 1/3 e não 1 terço, o.k.? 9 O rosário de que esse picareta e venera ama é Maria do Rosário. 10 lula mandou comprar o terço “abençoado” naquela lojinha Kitsch de souvenir que fica fora do Vaticano.

  5. Susi disse:

    Sempre aparece alguém para defender ou proteger quem não merece, devido a todos os erros cometidos eles têm que arcar com as consequências, pra nunca mais tornarem aos gravíssimos erros.

  6. Fora, TCU-orcrim! disse:

    Mais um sujeito da justiça que revela proximidade com a ORCRIM. Não, André Luis de Carvalho, “tratamento diferenciado” uma banana! A Odebrecht roubou incomensuravelmente. Seus bens, apesar de você, tem que continuar bloqueados.

  7. TCU custa muito caro! disse:

    Esse TCU custa muito dinheiro! Os Barnabés de lá são um dos maiores MARAJÁS do Brasil, recebem salários de jogadores de futebol, aposentadorias nababescas, são repletos de privilégios, de luxos e não justificam o custo do tribunal, que nos custa mais de R$ 2 BILHÕES por ano! É melhor acabar com essa SEM-VERGONHICE, EXONERAR todo mundo e contratar firmas estrangeiras de auditorias e consultorias. Sairia 1/4 do custo!

  8. Vendam essa joça! disse:

    Ué? Desbloqueia só os 3,8 bi. O resto, devolva ao erário e venda essa joça para micro empresas.

  9. No Brasil tudo tem o seu preço! disse:

    No Brasil, tudo tem o seu devido valor, o seu devido preço. Pagou? Levou!