Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Relator vota para arquivar processo contra Eduardo Bolsonaro por 'novo AI-5'

Relator vota para arquivar processo contra Eduardo Bolsonaro por novo AI-5
Reprodução/TV Câmara/YouTube

O deputado federal Igor Timo (Podemos-MG), relator no Conselho de Ética das representações contra Eduardo Bolsonaro pela declaração a favor de um ‘novo AI-5’, acaba de votar contra o prosseguimento do processo, por “ausência de justa causa”.

“As condutas descritas não configuram afronta ao decoro parlamentar, tratando-se de verdadeiros fatos atípicos”, disse Timo, no parecer. “[A] sua fala não configurou grave irregularidade no desempenho do seu mandato, tampouco afetou a dignidade da representação popular que lhe foi outorgada”.

O AI-5, em 1968, abriu caminho para a cassação do mandato de deputados, eleitos pelo voto popular, e o fechamento do Congresso.

Em outubro de 2019, Eduardo Bolsonaro disse ao programa de Leda Nagle: “Se a esquerda radicalizar a esse ponto, a gente vai precisar ter uma resposta. E uma resposta, ela pode ser via um novo AI-5, pode ser via uma legislação aprovada através de um plebiscito, como ocorreu na Itália…”

Em outro vídeo no mesmo mês, comentando as manifestações no Chile, Eduardo disse que o movimento estava “perigando vir para o Brasil”, e relembrou a luta armada de grupos de esquerda durante os anos 60.

Os outros membros do Conselho de Ética ainda vão votar.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO