ACESSE

Relatora da CPMI das Fake News pede que STF compartilhe informações do inquérito

Telegram

A deputada Lídice da Mata (PSB), relatora da CPMI das Fake News no Congresso, evitou fazer comentários sobre a decisão de Alexandre de Moraes de suspender contas de bolsonaristas em redes sociais no âmbito do inquérito das fake news.

Ela, porém, disse ser “fundamental” que o STF compartilhe as informações do tal inquérito com o colegiado, para que, segundo a deputada, a CPMI possa avançar com as investigações.

Lídice também afirmou que ainda há uma discussão sobre quem tem o direito de retirar conteúdos do ar, mas ela falou em “pontos fora da curva”.

“É o caso do Roberto Jefferson, que estava ameaçando ministros do Supremo, publicando fotografias com armas e ameaçando ministros”, disse.

Alexandre de Moraes determinou há dois meses o bloqueio das contas de bolsonaristas investigados no inquérito das fake news. A ordem judicial foi cumprida hoje.

Leia mais: 'Em vez de derrubar Bolsonaro, Gilmar Mendes vai domá-lo e cavalgá-lo até 2022'

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 12 comentários