ACESSE

Relatório da Comissão da Verdade diz que pai de presidente da OAB foi morto por militares

Telegram

Relatório da Comissão Nacional da Verdade divulgado em 2014 indica que Fernando Santa Cruz –pai de Felipe Santa Cruz, o presidente da OAB– teria sido morto por órgãos de repressão da ditadura militar, diz o Globo.

O documento não registrou indícios de que Fernando, membro da Ação Popular, pudesse ter sido morto por “justiçamento de esquerda”, como afirmou Jair Bolsonaro hoje.

Embora o corpo nunca tenha sido encontrado, o relatório da comissão apresenta duas hipóteses para o desaparecimento –o pai de Felipe teria sido incinerado no Rio ou enterrado numa vala comum em São Paulo.

Em ambas as versões, a morte é atribuída a agentes do DOI-Codi. Um documento secreto da Aeronáutica confirma que, em fevereiro de 1974, Fernando estava sob custódia do Estado.

O capitão enquadra os generais. Saiba tudo

Comentários

  • ARNALDO -

    Qual é a credibilidade desta comissão? Usá-la como fonte é a mesma coisa que desacreditar a notícia.

  • Plauto -

    Comi$$ão da verdade. Kkkkkkk. Bota outra fonte aí.

  • MARCO -

    Vai ser mais uma encheção de saco das esquerdas completamente desnecessária. Agora eu aguento carnaval porque eles não desistem de viver na década de 60.

Ler 264 comentários