Renan Calheiros é radioativo

O próximo alvo de Rodrigo Janot, segundo a Época, é o cartel peemedebista no Senado, formado por Renan Calheiros, Romero Jucá e Edison Lobão.

“Quase nada se sabe sobre os bastidores – e as provas – da negociação e dos pagamentos de propina das empreiteiras do consórcio de Angra 3 aos senadores do PMDB”, diz a reportagem.

O que se sabe é que, antes de assinar o contrato, o almirante Othon Pinheiro, presidente da Eletronuclear, achacou Ricardo Pessoa, dizendo-lhe:

“Vocês estão muito bem qualificados, vão ganhar, então vocês vão precisar contribuir para o PMDB”.

Faça o primeiro comentário