Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Renan Calheiros quer um CNMP para chamar de seu

Renan Calheiros quer um CNMP para chamar de seu
Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

Renan Calheiros, como O Antagonista publicou, tem todo interesse em ver aprovada a PEC de Paulo Teixeira que torna mais política a composição do Conselho Nacional do Ministério Público.

O senador já emplacou um aliado no órgão, e quer mais. Desde setembro de 2019, o alagoano vem boicotando a composição do CNMP, impedindo a recondução de procuradores.

Agora, caso a PEC passe, o MP perderá uma vaga no conselho e caberá ao Legislativo (Renan e seus aliados) indicar um novo membro. A mudança, obviamente, permitirá que o CNMP seja usado como instrumento de vingança de políticos investigados por promotores e procuradores.

O texto prevê também que a Corregedoria do órgão seja ocupada por um membro de fora do Ministério Público e permitirá que ministros do STF e do STJ participassem diretamente do órgão.

Deltan Dallagnol, que criticou duramente a proposta, já foi punido com censura pelo CNMP por ter se manifestado contra a eleição de Renan Calheiros para a Presidência do Senado. E virou alvo de várias representações, uma delas aberta por Luiz Fernando Bandeira de Mello, aliado do senador.

O interesse de Renan, claro, é o mesmo de Teixeira e de vários outros políticos que agora tentam punir delegados, procuradores e juízes que ousaram combater a corrupção institucionalizada.

 

Leia mais: Assine a Crusoé e apoie o jornalismo independente.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO