Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Renan deve pedir indiciamento de três ministros de Bolsonaro; saiba quem são

Marcelo Queiroga será alvo de um capítulo à parte do relatório final e deverá ser enquadrado por crime contra a saúde pública e usurpação de função
Renan deve pedir indiciamento de três ministros de Bolsonaro; saiba quem são
Fotos: Myke Sena/MS

Em seu relatório final, que começou a ser discutido com outros integrantes da CPI da Covid, Renan Calheiros (MDB-AL) deve propor à Procuradoria-Geral da República o indiciamento dos ministros da Saúde, Marcelo Queiroga (foto); da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário; e de Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni.

Queiroga será alvo de um capítulo à parte do relatório final. Renan pretende enquadrar o ministro em crime contra a saúde pública e usurpação da função pública e narrar todas as falhas cometidas pelo ministro após ele ter assumido a função, em março deste ano.

Já Wagner Rosário tende a ser citado por Renan pelo crime de prevaricação, ao não ter adotado providências após as denúncias feitas pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) sobre o caso Covaxin. O caso foi revelado com exclusividade por O Antagonista.

E em relação a Onyx, Renan pretende pedir o indiciamento do ministro por tentativa de obstrução às investigações e por falsidade ideológica, por ele ter exibido uma invoice supostamente falsa da Precisa Medicamentos durante uma coletiva de imprensa no Palácio do Planalto.

Mais notícias
TOPO