ACESSE

Renan disse a senador que vai tentar viabilizar candidatura 'até o último dia'

Telegram

Jayme Campos (DEM), ex-senador e ex-governador do Mato Grosso, estará de volta ao Senado na próxima legislatura.

Ele disse a O Antagonista que desembarcará amanhã em Brasília para começar as negociações sobre a eleição para a presidência da Casa. Mas adiantou que já foi procurado por Renan Calheiros, que garantiu a ele que tentará viabilizar a candidatura “até o último dia”.

“É uma candidatura legítima. Ele [Renan] tem seu valor, seus méritos, suas qualidades. Não tenho nada contra o Renan, contra a biografia do Renan. Cada um responda pelos seus atos.”

Campos afirmou que “o recado das urnas foi duro” contra os políticos, mas que a eleição no Senado depende “de articulação, de composição”.

Em 2017, somente a título de lembrança, Jayme Campos foi condenado pela Justiça Federal a restituir cerca de 352 mil reais aos cofres da União, devido a prejuízos causados quando foi prefeito de Várzea Grande, entre 1997 e 2002.

O último golpe de Eunício Oliveira. No seu bolso. Leia mais

Comentários

  • Mauricio -

    A nota de rodapé não desmerece o comentário político de Jayme. É apenas o óbvio. Quem tem maioria ganha, o resto se acomoda. Isso é um fato democrático.

  • Nova -

    Renan não ganhará, não importa quanto os esquerdistas queiram.

  • Walter -

    Renan Virgulino Calheiros combina com o $enado. Um coito precisa de um capitão de acordo.

Ler 39 comentários