Renan distorce os fatos

Renan Calheiros tenta minimizar a flagrância que determinou a prisão de Delcídio Amaral, mas o pedido da PGR é claríssimo:

“O senador Delcídio Amaral, o banqueiro André Esteves e o advogado Edson Ribeiro estão, tecnicamente, em estado de flagrância, uma vez que estão manejando meios para embaraçar, no plano da Operação Lava Jato, a investigação criminal que envolve a organização criminosa.”

Renan apadrinhou Nestor Cerveró na Diretoria Internacional da Petrobras por indicação de Delcídio e agora tenta manipular o voto dos senadores para livrar a cara do amigo.

Faça o primeiro comentário