RENAN “HOMENAGEIA” O JUDICIÁRIO

Renan Calheiros encerrou o seu discurso desesperado (e a sessão do Senado), “homenageando” o Judiciário e a presidente do STF, Cármen Lúcia.

“Não vamos coonestar abusos: nem os acontecidos na semana passada (Operação Métis) nem aqueles que sucederão, se nós não tivermos uma decisão rápida do guardião da Constituição, que é o Supremo Tribunal Federal.”

Faça o primeiro comentário